África está a partir-se ao meio a uma velocidade muito alarmante

A África Oriental está a separar-se do resto de África, com uma fratura que irá modificar o continente para sempre. A separação – que acabará mesmo por “partir” o continente ao meio – irá ser eventualmente substituída por oceano.

A verdade é que esta separação está a acontecer a uma velocidade bem maior do que aquilo que era expectável, colocando desafios no imediato aos engenheiros.

Mesmo que talvez sejam necessários milhões de anos para a separação ocorrer, alguns geólogos temem que esta fratura provoque, mesmo a curto prazo, problemas notáveis…

O Kenya National Highways Authority (KeNHA) informou o Daily Nation o que se passou na estrada Maai Mahiu-Narok, no Quénia, uma vez que a fenda se abriu ainda mais.

Consta-se que a KeNHA está agora a trabalhar para restaurar o que colapsou, tudo enquanto pedem aos motoristas para ir por outros caminhos que não aquele. Ainda assim, esta é uma medida temporária.

Conta-se que esta fenda na Terra já tem mais de 15 metros de profundidade e mais de 20 metros de largura, sendo que a situação começa a ficar preocupante. Muitas pessoas que viviam perto daquela estrada já se viram obrigadas a evacuar de lá.

De acordo com o geólogo David Adede, este colapso deveu-se à atividade vulcânica. Estes processos geológicos, no entanto, não podem ser previstas uma vez que acontecem a grande profundidade, na crusta terrestre…

Veremos o que acontece…