15 cidades fantasma que não sabias que existiam

11. Glenrio, Texas/Novo México (EUA)

Criada entre os limites dos dois estados, era uma paragem habitual para os viajantes que recorriam à famosa Route 66. Quem chegava, metia gasolina no lado do Texas, porque no Novo México o imposto era mais alto. Para ficarem, recorriam ao Novo México, onde havia um bar, sendo que na altura, estava proibida a venda de álcool no Texas.

12. Dhanushkodi (Índia)

Era uma cidade cheia de alegria até que um ciclone com ventos a ultrapassar os 280 km/h passar por lá e arrasar tudo, a 22 e 23 de dezembro de 1964. Morreram cerca de 1,800 pessoas e desde então, o espaço encontra-se completamente abandonado.

13. Plymouth, Monserrate

É chamada de “Pompeia moderna” pois a sua história é idêntica à da mítica cidade romana que foi tomada de ponta por lava e transformada em cinzas. Em 1995, o vulcão da zona entrou em erupção e obrigou as pessoas a abandonar a cidade. A verdade é que Plymouth continua a ser a capital da ilha, sendo que é possivelmente a única cidade fantasma no mundo a ser capital.

14. Lifta (Israel)

Esta cidade é muito antiga mas entre 1947 e 1948, todos os palestinianos que lá habitavam saíram de lá, como parte do êxodo devido à guerra civil. Ficaram apenas alguns habitantes cristãos, que também acabaram por ir embora mais tarde.

15. Quneitra (Síria)

Ao longo da sua história, que é muito larga dentro do período helénico, foi arena de múltiplas batalhas, sobretudo no século XX, na interminável batalha entre palestinianos e sírios. Em 1974, ficou praticamente destruída e o governo sírio negou-se a reconstruir a cidade…