Profissional em voos revela como podes viajar em primeira classe por menos dinheiro do que em classe económica!

Profissional em voos revela como podes viajar em primeira classe por menos dinheiro do que em classe económica!

Este verdadeiro “hacker de voo” profissional revelou o segredo de viajar à volta do globo como um milionário, só que a preço de saldos.

Muitas pessoas sonham em ir para destinos exóticos e voar com tudo a que têm direito mas a verdade é que, para a maioria de nós, voar em primeira classe não passa de uma fantasia.

No entanto, Gilbert Ott parece ter descoberto o segredo para estar constantemente a voar em primeira classe, e melhor: nem sequer precisas de ter um cartão de crédito.

Os truques manhosos dele incluem inclusive perder voos deliberadamente, mas como é que isto tudo funciona afinal?

De acordo com Gilbert, que gere o website God Save The Points, é possível comprar com uma espécie de “pontos de lealdade”.

Quando falou com o Daily Mail, Gilbert ofereceu as seguintes dicas:

“Pagar por bilhetes em pontos de lealdade é mais barato do que fazê-lo com dinheiro e há muitas maneiras de acumular pontos: ao gastar dinheiro em cartões de crédito ou a voar com determinadas companhias aéreas.

Há uma terceira maneira, que é comprar bilhetes directamente do transportador. De poucos em poucos meses, as companhias aéreas vendem os seus pontos em vendas promocionais o que significa que podes comprar milhas no ar sem teres que voar nada de nada – assim, podes utilizá-los posteriormente para agendar viagens em classes superiores e pagares bem, bem menos.”

Acumular milhas de ar no conforto do teu sofá? Genial…

Para grande parte de nós, a ideia de perder um voo parece um pesadelo. No entanto, para um tipo como Gilbert, isto é uma maneira excelente de cortar nos custos.

O hack é conhecido como “hidden city tracking”, envolve agendar um voo para um lugar onde o teu destino pretendido é um sítio onde se faz escala, não sendo a paragem final.

Ao não fazer o voo completo, o viajante pode muito bem fazes Londres – Los Angeles, em primeira classe, por uma quantia como 550 euros, sendo que um bilhete em classe económica “normal” para o mesmo percurso custa cerca de quase 600 euros.

De acordo com ele:

“Hidden city ticketing é uma oportunidade de poupar dinheiro nos preços do voo ao agendares a viagem para um destino que não queres visitar – por alguma razão o preço é mais barato do que o preço do local que queres visitar…”

O assumido geek da aviação gosta imenso de viajar em condições luxuosas e, assim, não se importa de dar dicas no seu website para as pessoas que estão fartas de viajar em classe económica e querem experimentar algo novo.

Tornar-se um “voador de elite frequente” requer um trabalho intensivo e é muito difícil para aqueles que não têm um salário a bater os 6 dígitos.

Ainda assim, Gilbert diz:

“Muitas linhas aéreas oferecem às pessoas ‘status challenges’ por tempo limitado, onde as deixam completar apenas uma fracção do tempo de voo requerido para ganhar um estatuto como o de classe executiva.

Por exemplo, na American Airlines são precisas 100 mil milhas para conseguires atingir a melhor classe de voo mas se fizeres o ‘status challenge’ deles, que consiste voar 25 mil milhas em três meses, já garantiste voo em primeira classe – para alguém com uma grande viagem a caminho, é perfeitamente exequível.”

Que rei…

Queres ganhar dinheiro com apostas? Clica aqui.