Professora vai parar ao hospital com brinquedo sexual preso dentro do seu ânus

Uma mulher de 29 anos oriunda do Reino Unido acabou por ir parar ao hospital depois de acidentalmente ter ficado com um brinquedo sexual de 18 centímetros preso na sua cavidade anal, tudo durante algumas brincadeiras com o seu companheiro.

Deve ter sido um momento extremamente embaraçoso: imagina ter de explicar tudo o que aconteceu aos médicos, que necessitaram mesmo de realizar cirurgia para tirarem o brinquedo sexual que ela tinha preso no ânus…

Emma Phillips e o seu parceiro Lee Miller estavam a passar tempo de qualidade juntos enquanto a filha dela estava a dormir na casa dos avós. Acontece que o que era suposto ser uma noite relaxante e divertida acabou por se tornar numa das experiências mais estranhas de sempre.

Phillips e e Miller estavam a usar um dildo com 18 centímetros e quando deram por si, não sabiam dele: como é que ela não o sentia no cu? Inicialmente, Phillips pensava que Miller estava a brincar e que o tinha escondido debaixo da almofada mas depois apercebeu-se que não era uma brincadeira…

“Estávamos à procura do brinquedo perto da cama, porque podia ter caído. Quando me baixei, senti algo a vibrar perto do meu cu e depois é que percebi que o tinha aqui preso”, explicou Phillips ao Sun UK.

Imagina ter um brinquedo sexual com quase 20 centímetros preso dentro de ti. Antes de irem para o hospital, eles tentaram de tudo para tirar o brinquedo sexual do ânus de Phillips em casa: até com garfos tentaram mas sem sucesso. Eventualmente, ela teve de ir ao hospital…

Ela contou:

“Estivemos a noite toda a beber e então nem sequer dava para conduzir. Tive de fazer a chamada mais embaraçosa do mundo para o INEM, por volta das 7 da manhã. Do outro lado, disseram-me para eu dizer ‘exactamente qual era o problema’, por isso teve de ser. Foi surreal”, explicou Phillips.

Depois, o brinquedo sexual teve de ser removido através de cirurgia. A cirurgia foi relativamente simples mas ainda tiveram de lhe aplicar um corte para remover manualmente o brinquedo, pressionando o estômago para se certificarem de que ele saía.

Depois de o tirarem, perguntaram-lhe se ela queria guardar o brinquedo.

Surreal…