Professora foi presa por ter “martelado” com aluno e revela tudo o que aconteceu

 

Uma professora de 24 anos de Iowa, que foi presa por ter mantido relações sexuais com um dos seus alunos, deitou tudo cá para fora numa entrevista.

Mary Beth Haglin entregou-se à polícia em julho, mas agora insiste ter sido “enganada” pelo estudante de 17 anos, que permanece anónimo. Eis o que Eela disse:

“Ele estava na sala e vinha ter comigo, escrevia qualquer coisa num post-it e antes de sair colava-o na minha secretária. Era possível ler cenas do género: ‘adoro-te minha imperatriz’. Ele chamava-me muito isso…”

Assim, Mary Beth apaixonou-se pelas coisas que o jovem lhe dizia, e alegadamente fazia sexo com ele “todos os dias” perto do parque de estacionamento. Até selfies e nudes rolava entre os dois…

Ainda assim, a professora afirma que a relação era mais do que sexual – ela acreditava ser amor.

Adicionou:

“Estava completamente caída. Estávamos várias vezes juntos durante a semana, mas nem sempre era para sexo. Por vezes ficávamos só à conversa. Pensava que estávamos numa relação…”

Claro que um outro aluno acabou por os descobrir e denunciou a situação. A professora foi de imediato despedida e acusada. Poderá passar mais de 2 anos na prisão. Após tudo, disse:

“Queria voltar atrás, dar-me uma chapada e perguntar-me: ‘No que é que estavas a pensar Mary Beth?'”