Polícia fora de serviço dispara e mata um ladrão armado, com a sua filha ao lado

Esta polícia, que nem sequer estava ao serviço, foi uma verdadeira heroína depois de ter parado um ladrão armado enquanto estava na porta da escola da filha, com ela ao lado.

A polícia de 42 anos, Katia da Silva Sastre, estava à espera que a escola da filha abrisse por volta das 8 da manhã, em São Paulo. A escola, Ferreira Master, ia dar uma festa especial do Dia da Mãe, daí estarem várias famílias no portão da mesma à espera que a mesma abrisse…

Como visto nas câmaras de segurança, um homem vestido com um casaco preto aparece perto do grupo das mães, acompanhadas das crianças, e puxa de uma arma.

A agente Sastre, que trabalha no ramo há 20 anos, foi muito rápida a intervir, surpreendendo o homem ao disparar sobre ele três vezes. O suspeito, identificado como Elivelton Neves Moreira, acabou mesmo por falecer no próprio dia, umas horas depois, no hospital.

Eis o vídeo de todo o momento:

Apesar do final “trágico”, a verdade é que Sastre foi condecorada pela sua coragem e pelo que fez, tendo sido homenageada pelo próprio Governador de São Paulo, Márcio França:

De acordo com o marido da polícia, André Alves, o suspeito chegou a disparar a arma dele uma vez mas felizmente, Katia Sastre foi muito rápida a intervir.

Como o governador Mário França disse, “não foi ideal o suspeito ter morrido” mas, ainda assim, ele ficou muito feliz por mais ninguém ter saído magoado…

Podia tudo ter corrido muito, muito mal. Grande ato!