Paquistão considera trazer execuções em praça pública para os pedófilos

O senado do Paquistão está alegadamente a considerar re-introduzir as execuções em praça pública para todos aqueles que violem ou raptem crianças com menos de 14 anos de idade.

Este pedido vem depois da morte de Zainab Ansari, uma criança de 6 anos de idade cujo corpo foi encontrado numa lixeira depois de ter sido raptada em Kasur, a este do país, enquanto ia para a escola.

De acordo com a Dawn News, estão a ser feitos muitos requerimentos para que o Código Penal do Paquistão mude a pena para crimes deste género para a execução em praça pública. Rehman Malik disse que é necessário tirar um exemplo depois do assassinato da pequena Zainab.

O suspeito, conhecido apenas como “Imran” foi preso depois de terem sido encontradas impressões digitais suas no corpo de Zainab, como foi confirmado numa conferência em Lahore. Alguns oficiais da investigação disseram que o suspeito confirmou o assassinato.

O Al Jazeera reporta que o nome do suspeito é Imran e que ele vive na mesma área onde vivia Zainab. Ele já tinha sido preso antes de tudo o que aconteceu mas acabou por ser libertado depois de não existirem provas que o constituíssem culpado. Depois, ele fez a barba e as pessoas deixaram de o reconhecer.

Zainab foi raptada há umas semanas enquanto ia para a escola. Vivia com os tios uma vez que os seus pais se encontravam na Arábia Saudita. Algumas filmagens CCTV mostram a criança a ser seguida pelo homem, isto cinco dias antes de o seu cadáver ter sido encontrado…

De acordo com o Sahil, uma organização que documenta os abusos a crianças no Paquistão, existiram 4,139 casos de pedofilia e abusos sexuais a menores no país só no ano de 2016.

Muito triste…