Padre obriga o filho a comer uma Bíblia inteira devido a ele se ter convertido ao islamismo

Um padre de Topeka, no Kansas, esteve envolvido numa polémica depois de afirmar que “curou” o seu filho, livrando-o do islamismo ao forçá-lo a comer uma Bíblia inteira!

Em entrevista à TWBC-FM, o líder da Holy Zion Topeka Baptist Church, Bill Phelps, admitiu que o seu filho de 23 anos se havia convertido ao islamismo há dois anos. Assim, ele e a sua mulher quiseram tomar medidas radicais para o colocar “de volta ao caminho de Deus”.

A solução do casal? Simples: amarrar o próprio filho e obrigá-lo a comer todas as 1,200 páginas da Bíblia sagrada. Prepararam-lhe uma armadilha depois do jantar, amarraram-no e depois estiveram com ele a noite inteira até que ele comesse a Bíblia toda.

Bill Phelps disse: “Ele sabia que não o soltávamos até que acabasse, por isso comeu tudo. Demorou mais de seis horas. Passámos o tempo todo a rezar e a mandar-lhe com água benta”.

A atitude do padre tem gerado muita controvérsia, em especial nas redes sociais. Enquanto muitos afirmam que, apesar de tudo, ele fez o que fez com a melhor das intenções, há quem diga que o que ele fez foi demasiado violento e que um bom pai nunca o faria.

E tu, o que achas?

FONTE: World News