Neurocientistas dizem que seres esquecido só prova toda a tua inteligência


 

Se costumas esquecer-te das coisas com relativa facilidade, relaxa. De acordo com estudos realizados recentemente, parece que ser esquecido está mesmo associado a um nível maior de inteligência.

Existem pessoas muito orgulhosas da sua boa memória, que certamente é muito útil em contexto académico ou em algumas situações sociais. No entanto, os investigadores Paul Frankland e Blake Richards, da Universidade de Toronto, explicaram que as velhas memórias no cérebro são literalmente substituídas pelas memórias mais recentes, pelo que é completamente normal esquecermo-nos das memórias mais antigas, às vezes por completo.

De acordo com um estudo recente, uma memória perfeita não está conectada, de todo, a um nível maior de inteligência. Na verdade, o estudo conseguiu provar o contrário, uma vez que pelos vistos é mais útil e saudável lembrarmo-nos em grande escala de tudo e esquecermo-nos dos pequenos detalhes.

 

APOSTAS ONLINE - GRUPO PREMIUM

  Telegram: Clica para entrar
 
Facebook: Clica para entrar

 

“É importante que o cérebro esqueça alguns detalhes menos revelantes, para que se foque nas coisas que mais ajudarão a tomar decisões no mundo real”, explicou Richards em entrevista à CNN.

O cérebro tem um pequeno mecanismo chamado hipocampo e é este componente da mente que armazena a memória. É isto que nos faz esquecer os detalhes menos importantes para que nos possamos focar mais no que realmente importa.

Durante todo este processo de “reescrever” memórias, é importante realçar que um cérebro lotado de memórias pode ter mais dificuldades na hora de tomar decisões. Fica então confirmado que não és, de todo, menos inteligente por seres mais esquecido.

Muito interessante.