Navy SEAL explica o que deves fazer se fores atacado por um cão

Esperemos que não precises de saber o que fazer se fores atacado por um cão. Afinal de contas, os cães são os nossos melhores amigos.

A verdade é que de vez em quando, incidentes de cães a atacarem pessoas acontecem. Por isso caso tenhas esse azar, um Navy SEAL ofereceu algumas palavras de sabedoria para ti se te encontrares numa posição complicada como essa, de forma a que minimizes as hipóteses de te lesionares a sério.

O aviso vem de Clint Emerson, ex-Navy SEAL, que escreveu um livro intitulado “100 Deadly Skills: The SEAL Operative’s Guide to Eluding Pursuers, Evading Capture, and Surviving Any Dangerous Situation”, que na realidade parece dar jeito a qualquer pessoa, seja SEAL ou não.

Clint explicou: “Em caso de um ataque de um cão, protejam-se. Tirem a t-shirt, tirem o casaco, tudo o que tiverem, talvez até a mochila ou a mala – dêem ao cão qualquer coisa para eles perseguirem para que ele não ataque pontos vitais do vosso corpo. Se fores dar a um cão o teu braço, dá o antebraço e não a outra parte porque é nessa outra parte que estão todas as tuas artérias vitais”.

Clint continuou: “Dá-lhe um murro no nariz, no focinho. Isto porque é uma zona central e é um grande alvo. Podes ir para os olhos ou para outras áreas do seu corpo mas são alvos mais pequenos e assim, mais difíceis. Quando estás perante uma situação de muito stress, as suas habilidades motoras são as únicas que vão funcionar, por isso grandes movimentos da tua parte para grandes alvos no cão são a tua hipótese. Tudo o resto provavelmente fará com que falhes e dará ao canino a vantagem”.

Belos conselhos.

Queres ganhar dinheiro com apostas? Clica aqui.