Mulher vai ao hospital com uma dor no estômago e sai de lá com o braço amputado

Assustador. Uma mulher de 22 anos de idade foi ao hospital Empedrado, na Argentina, porque estava com uma dor forte no estômago. O problema é que o assunto era bem mais grave e ela acabou por sair de lá com um braço amputado.

María del Carmen Troncoso tem 22 anos e é empregada doméstica, tem um filho de 4 anos e relatou que na semana passada deu entrada no hospital com uma dor muito forte no estômago. Depois de a enfermeira a meter a soro, começou a sentir dores fortes na mão e ficou mesmo paralisada.

As dores passaram para os braços e a situação complicou ainda mais quando começou a perder a sensibilidade nos dedos. Ficou internada no hospital e basicamente disseram-lhe que era necessário amputar o braço, isto depois de uma série de exames médicos feitos.

“Acordar e ver o meu braço amputado foi terrível para mim”, disse a jovem em lágrimas.

Alegadamente, a enfermeira que lhe injectou o soro colocou-o numa artéria e não numa veia, o que danificou por completo essa artéria. O médico Julio Vallejos, responsável pela sua operação, explicou que tiveram de lhe amputar o braço porque “a artéria estava obstruída”.

Agora, o caso está a ser investigado por quem de direito e não se sabe se a jovem vai ser indemnizada ou não. Uma história com um desfecho trágico…