Mulher processa produtora p*rn depois de ter sacado um bico ao irmão através de um “glory hole”

 

No “glory hole”, existem prós e contras. A parte boa é que não tens de te preocupar com a aparência de quem está do outro lado. A parte má é que podes acabar a sugar a galga ao teu irmão. Parece arriscado, não parece?

Com esta brincadeira, a actriz pornográfica Madeline Madison acabou mesmo por fazer um bico ao seu irmão durante um filme. Ela tinha as filmagens agendadas com a Come and Go Productions, sendo que o título do filme era “Milk Maids 2” mas mal sabia o que vinha aí…

Madison não estava familiarizada com os anteriores filmes “Milk Maids” mas a verdade é que nada no seu contrato sugeria que ela fosse acabar a praticar o fellatio a algum dos seus parentes. Em entrevista, ela explicou que a produtora não permitiu que ela conhecesse o actor que ia contracenar com ela.

Para Madison, isto foi estranho uma vez que ela prefere normalmente tentar estabelecer algum tipo de conexão emocional com os actores antes de realizar a cena em si. Mas quem era o actor então? Simples, Chuck Tang, que era “só” irmão dela.

Como não sabiam de nada, a cena correu na perfeição e Madison sugou-o todo até não poder mais. Só quando as reacções das pessoas, ao verem a cena e ao conhecerem os actores, começaram a surgir é que as coisas mudaram. A actriz tinha-se apercebido que tinha mamado na picha do próprio irmão de sangue e insistiu que a produtora do filme é que a enganou por completo nesta situação.

Ela ficou bastante perturbada com a situação e tão cedo vai ser difícil voltar ao trabalho, depois do choque. Para além disso, só recebeu 100 dólares pela cena, para além do trauma para a vida toda…

No final, a experiência dela com o seu irmão Tang arruinou tudo entre eles: Madison diz que não consegue olhar sequer para a cara do irmão e que por isso a sua vida estava desgraçada.

De acordo com a produtora, Come and Go, Madison não era tão inocente assim, sendo que eles afirmam que a actriz sabia no que se estava a meter. Ela diz o contrário e agora o processo está em tribunal…