Mulher é enterrada viva por engano e tenta ripostar

Mulher é enterrada viva por engano e tenta ripostar

Ser enterrado vivo deve ser das piores coisas que pode acontecer a uma pessoa em vida. No entanto, foi no Brasil que uma mulher de 37 anos de idade foi enterrada viva durante 11 dias depois de ter sido erradamente dada como morta no hospital.

Acontece que os familiares da mulher acabaram por desenterrar o seu caixão dias mais tarde e há rumores de que daquela cova, muitos gritos foram ouvidos, provavelmente da mulher em pânico a tentar escapar daquela situação. Os médicos deram Rosangela Almeida dos Santos como morta depois de um choque séptico resultante de duas paragens cardíacas.

A notícia acabou por vir a público 11 dias depois de ela ter sido enterrada e quando finalmente foram abrir o caixão, ela estava, e aí sim, realmente morta. O mais perturbador é que existem de facto provas de que ela tentou ripostar, sendo que o caixão onde se encontrava tem algumas marcas de unhas cravadas e o corpo da mulher tinha algumas mazelas nas mãos.

Muito mau. RIP.