Mulher descobre porque é que ficava doente sempre que bebia café feito pelo marido


 

Parece mas não, não estamos perante a sinopse de nenhum filme de Hollywood. Acontece que sempre que bebia café preparado pelo seu marido, Therese Kozlowski ficava doente. Ela sentia-se exausta e enjoada sempre que o bebia e esta estranha coincidência deixou-a curiosa.

Eis então que uma câmara escondida colocou um ponto final no mistério: Brian Kozlowski, de 46 anos, estava a envenenar a sua mulher aos poucos, colocando medicação anti-histamínica no café dela. O plano começou depois de ela ter pedido o divórcio, isto em maio do ano passado.

Os dois, que foram casados durante 23 anos e tiveram três filhos, continuaram a viver juntos em Macomb, no Michigan, e consta-se que tinham um bom relacionamento mas pelos vistos, só de aparência. Durante dois meses, Therese foi torturada pelo café do marido…

Brian fez um acordo com a justiça e pelos vistos, só passará dois meses na prisão. Se fosse a julgamento, poderia ser condenado a até 15 anos de detenção.

“Ele queria eliminar-me. Eu morava com um predador. Ele estava mesmo a tentar matar-me para impedir que a sua vida confortável escapasse”, disse a vítima, revoltada com a sentença, classificada por ela de “branda”.

Segundo Therese, no caso da morte dela, o marido receberia cerca de 1 milhão de dólares do seguro, poupanças e fundo de aposentação. O promotor Eric Smith classificou a decisão do juiz de “uma autêntica chapada na cara da vítima”.

Achas que foi justa?