Ilha grega proíbe todos os casamentos estrangeiros depois da fotografia deste casal


 

Um casal britânico causou a polémica em Rodes, uma ilha na Grécia, depois de terem publicado na internet uma fotografia de casamento muito arriscada perto de um mosteiro sagrado. Matthew Lunn e a sua nova esposa, Carly, de Birmingham, casaram-se na ilha de Rodes e queriam tirar uma fotografia mais ousada.

Na fotografia, podemos ver Carly de joelhos, ainda com o seu vestido de noiva, com a “boca no trombone” – ou pelo menos a dar essa ideia -, tudo isso enquanto Matthew ergue o punho no ar…

A fotografia foi parar ao Facebook e rapidamente se tornou viral, tal como grande parte do conteúdo “diferente” que lá vai parar hoje em dia.

A verdade é que o bispo da ilha decidiu proibir todos os casamentos entre estrangeiros no mosteiro de St. Paul. Giorgos Eleftheriou, presidente da comunidade de Lindos na ilha, disse ao Times:

“Somos gregos e valorizamos muito as nossas tradições e principalmente os nossos sítios religiosos e sagrados. Não podemos permitir este tipo de comportamento, eles não podem prevalecer. Tive centenas de noivos britânicos, e de outros países até, a ligarem-lhe em lágrimas por causa desta decisão mas teve de ser.

Os culpados foram aqueles dois, foram eles que causaram os estragos. Será que faziam o mesmo se tivesse em sua casa; em frente a uma capela britânica, a um templo judeu ou a uma mesquita? Tenho as minhas dúvidas”.

Carly disse que a fotografia não foi mais do que uma piada e eles não contavam, de todo, que a mesma se tornasse viral. Como resultado desta decisão, centenas de casais britânicos foram forçados a cancelar os seus casamentos.

Na Grécia não brincam…