Homens estão a trocar mulheres reais por bonecas de borracha


 

Masayuki Ozaki, um fisioterapeuta de 45 anos oriundo de Tóquio, Japão, disse ter recuperado a perda da “faísca” do seu casamento depois de ter iniciado um novo romance com uma boneca de borracha, a qual jura ser o amor de sua vida. O manequim em questão, feito de silicone, é super realista e chama-se Mayu, sendo que partilha o mesmo teto que Ozaki, a sua esposa, e a filha adolescente que têm em comum.

Obviamente que a ideia desencadeou algumas discussões na família, mas ele afirma que conseguiu chegar a um consenso com a sua mulher, de acordo com o que reportou o Sun.

“Depois de a minha esposa ter dado à luz, paramos de fazer sexo e senti uma profunda sensação de solidão”, contou Ozaki. “Mas a partir do momento em que vi Mayu na loja, foi amor à primeira vista”. “A minha esposa ficou furiosa quando eu trouxe pela primeira vez Mayu para casa”, revelou. “Hoje em dia ela aceita, relutantemente”.

A verdade é que de acordo com o homem, hoje em dia a sua mulher aceita a sua boneca. Ozaki acrescentou que quando a filha viu que a boneca não era uma versão gigante da Barbie, assustou-se e disse que era horrível. Masayuki diz que passeia regularmente com a sua boneca numa cadeira de rodas. Também a veste com perucas, roupas sensuais e jóias.

Ele admitiu ainda ter-se desligado das relações humanas, acrescentando que adora fazer passeios à beira mar com a companheira de borracha…

A verdade é que não é só ele: todos os anos, cerca de 2.000 bonecas sexuais de um realismo absurdo são vendidas no Japão. Elas custam mais de 5 mil euros e possuem dedos ajustáveis, cabeça removível e genitais.

O que dizer?