Homem que sofria de bullying no trabalho rouba 200 mil euros dos seus patrões e gasta o dinheiro em cocaína e prostitutas


 

Um contabilista que alegadamente sofria bullying de forma constante no seu local de trabalho roubou cerca de 200 mil euros dos seus patrões e conseguiu gastar toda essa quantia em cocaína e prostitutas…tudo isto no espaço de uma semana.

De acordo com o que reportou o Daily Mail, Darren Carvill, de 38 anos de idade, admitiu ter roubado dinheiro da sua empresa, Mr. Clutch. De acordo com o seu advogado, ele começou a contratar acompanhantes de luxo e a comprar cocaína como forma de lidar com a sua baixa autoestima, porque supostamente sofreu de bullying grande parte da sua vida.

Em tribunal, constatou-se que Carvill tinha ficado habituado à rotina de prostitutas e cocaína e que essa rotina passou a vício de forma muito rápida. Em tribunal, ficou também provado que ele conseguiu roubar dinheiro da empresa ao fazer pagamentos falsos para si mesmo. No total, ele foi acusado de 18 fraudes diferentes e vai cumprir uma pena de dois anos e meio de prisão.

Carvill afirma que o momento em que tudo se começou a tornar óbvio e em que ele sabia que ia ser apanhado foi quando passou todo um fim de semana a celebrar com prostitutas e a ingerir cocaína, afirmando que queria “sair em estilo daquela vida”.

Os seus colegas descreveram-no como um homem infeliz, com pouca autoestima e muito estranho socialmente. Ainda assim, disseram que ele era um bom trabalhador e que era dedicado à sua profissão.

Que história…