Homem fica anos sem falar com a família porque não suportava o barulho que eles faziam a mastigar devido à sua misofonia

Homem fica anos sem falar com a família porque não suportava o barulho que eles faziam a mastigar devido à sua misofonia

A verdade é que os hábitos alimentares dos outros conseguem realmente deixar-nos irritados: desde as pessoas que “sorvem” a sopa quando a comem e passando pelas que não se importam de falar com a boca cheia de comida, tudo isto pode ser um problema e para este homem americano, as coisas foram longe demais – a sua misofonia afectou o seu relacionamento e até mesmo a sua relação com outros familiares…

Derrol Murphy tem 41 anos de idade e é oriundo de San Diego. Ele sofre de uma condição rara chamada misofonia, onde alguns barulhos muito específicos acabam por despoletar nele reações emocionais extremas. Ele diz que fica extremamente irritado com o barulho das outras pessoas a mastigar e que já cortou relações com membros da sua família devido a eles fazerem este tipo de som com frequência.

Durante muito tempo, Derrol não conseguiu perceber o que se passava de errado com ele, sendo que só foi diagnosticado com misofonia aos 30 anos de idade. Ele explicou: “Pensava que era maluco. Durante muitos anos pensei mesmo ser maluco. Barulhos muito pequenos deixavam-me completamente fulo. As pessoas não entendem e eu não consigo explicar. Já me afectou relacionamentos, especialmente namoradas e membros da família, porque acabas por descarregar naqueles que te são próximas na esperança que eles compreendam”.

“Mastigar é sem dúvida um dos barulhos que mais me irrita. Isso e vozes específicas – odeio ouvir tudo constantemente. O barulho dos sacos de plástico também me deixa fulo e eu não vou ao cinema há 10 anos porque não consigo lidar com pessoas a abrir sacos de comida e a comer pipocas”, concluiu.

A verdade é que muitas outras pessoas se encontram nesta situação…

Conhecias a condição?