Homem detido depois de ter comido KFC à borla durante um ano fingindo ser um “inspector de qualidade”


 

Nós todos em 2019 e este homem já está em 2045. De uma forma completamente genial, o plano dele resultou durante cerca de um ano, sendo que só agora ele acabou por ser detido. É que ele andou a comer à borla no KFC durante um ano inteiro enquanto fingia ser um inspector de qualidade.

O homem, oriundo da África do Sul, disse aos empregados do estabelecimento que frequentava que havia sido enviado pelos seus superiores na KFC para controlo de qualidade, para ver se o frango respeitava todos os padrões de qualidade.

De acordo com o que reportou o India Today, o jovem, que estuda na Universidade de KwaZulu-Natal, andava com muita confiança no restaurante e dizia aos empregados que pertencia à gerência e que era um especialista em controlo e padrões de qualidade. Ele até tinha um cartão que o identificava como “superior” e chegou inclusive a aparecer de limusina no restaurante para dar credibilidade à sua mentira.

Bem, de acordo o Xpouzar, o estudante tinha um amigo que trabalhava como motorista de limusina em regime part-time e pediu-lhe que compactuasse com ele na jogada de parecer mesmo alguém da gerência do KFC. A história foi partilhada no Twitter por um jornalista do Quénia, que faz ‘tweets’ de uma conta chamada The African Voice.

Um membro daquele KFC explicou: “No dia em que ele chegou de limusina, chegou à cozinha e verificou tudo, tirou notas e acabou por pedir várias amostras daquilo que queria comer. Provavelmente já tinha trabalhado no KFC porque parecia saber de tudo”.

Um ano depois, foi apanhado. Não deixa de ser um herói.