Homem despedido do emprego continuou a ir trabalhar e a receber durante mais quatro anos

Homem despedido do emprego continuou a ir trabalhar e a receber durante mais quatro anos

Um homem que trabalhava na manutenção de um metropolitano em Nova Iorque foi detido na semana passada depois de ter recolhido quase 250 mil dólares em ordenados, isto depois de ter sido despedido do seu emprego…

Ronald Berry, de 47 anos de idade, afirma que não sabia que já tinha sido despedido há seis anos e insiste que estava de baixa médica desde 2015 devido a tensão alta e asma. Assim, o homem ia a cada duas semanas à banca do metropolitano para receber o seu ordenado, e foi repetindo o processo durante meses e meses.

No entanto, a Metropolitan Transportation Authority (MTA) acabou por se aperceber do assunto e contactou as autoridades, sendo que foi isso que levou à detenção de Berry. Quando perguntou ao seu patrão porque é que ainda estava a receber se havia sido despedido, o patrão alegadamente disse-lhe: “Isso não é problema meu, mas sim da contabilidade”.

Aparentemente, a MTA ainda está em cima do caso mas como é óbvio, já não pinga mais nada para Berry.

O que dizer da situação?