Homem acredita ser um dálmata e diz querer ser reconhecido como tal


 

Desde que era pequeno que se sentia como um dálmata e agora, como adulto, este homem leva uma vida de cão…mas no sentido literal.

Apesar de a grande maioria dos homens se vestirem de calças e camisa todas as manhãs para irem para o trabalho, este britânico de 32 anos utiliza outro tipo de indumentária, que supostamente o ajuda a transformar-se num cão. É que Tom Peters assegura ser um cão preso no corpo de um homem…

Utilizando uma máscara e disfarce para o resto do corpo, ele caminha em quatro patas, ladra e come mesmo biscoitos para cão com regularidade. Tom passa a maior parte do dia a comportar-se como um cão e até dorme numa pequena casota.

Ele quer ser reconhecido como o primeiro homem “transespécie”. Existem outros casos similares a este, como também já se falou na internet numa mulher que acreditava ser um gato mas pelos vistos, Tom quer ser legalmente identificado como o primeiro humano-cão, chamado Spot.

Ele até estava casado mas quando tomou a decisão de se transformar em Spot, a sua mulher Rachel acabou por separar-se dele. A verdade é que apesar de se terem divorciado em termos legais, ainda continuam juntos, ainda que não como marido e mulher e sim como animal de estimação e respectiva dona.

Rachel ajuda Tom todos os dias a colocar o seu traje de cão e diz sentir-se orgulhosa pela sua bravura em levar aquele estilo de vida regularmente. Ele continua a trabalhar como técnico de iluminação mas durante o resto do tempo, passa a vida em quatro patas e não tem receios de rótulos da sociedade.

Surreal.