A história bizarra do homem que só defecava uma vez por mês

Já te indagaste quanto tempo é que aguentas sem ir ao trono? Provavelmente não. Mas o homem de que te vamos falar passou a sua vida inteira a defecar somente uma vez por mês. Leste bem, uma única vez por mês.

O homem sofria de uma condição chamada Doença de Hirschsprung, que acontece quando as células nervosas do cólon não se desenvolvem propriamente, dificultando toda a ação de defecar.

No caso deste tipo, de acordo com o College of Physicians of Philadelphia, consta-se que era um bebé saudável, com a excepção do seu largo abdómen e de uma prisão do ventre fora do comum. Foi somente com 1 ano e meio de idade que as coisas começaram a complicar.

Ao crescer, ele sofreu muito com a prisão de ventre e o tamanho do abdómen aumentou consideravelmente. Com 16 anos de idade, ele já defecava apenas uma vez por mês. E apesar dos médicos saberem o que se passava no seu cólon, a cirurgia era algo muito arriscado – afinal, isto foi por volta de 1890.

Infelizmente, não pôde ser ajudado e com 20 anos de idade acabou exposto num museu, onde as pessoas pagavam para ver o seu abdómen gigante.

Eventualmente, acabou por morrer aos 29 anos de idade devido à condição – foi encontrado morto na casa de banho quando estava a tentar defecar.

Depois da sua morte, os cirurgiões removeram o seu cólon para descobrirem que ele guardava 18 kg de excrementos – no seu máximo, o cólon tinha uns surreais 76 centímetros de diâmetro.

Agora, o seu cólon está visível num museu nos Estados Unidos da América, o Mütter Museum. Felizmente, hoje em dia este tipo de condição já tem tratamento…

Apostas: Tips Grátis, clica para ver.