Grupo de feministas ataca gays por não gostarem de mulheres

Todos sabemos que o extremismo traz consequências graves com ele. Desta vez, um grupo de feministas decidiu atacar um grupo de homens homossexuais perto do Martim Moniz, em Lisboa, tudo por eles “não gostarem de mulheres”.

O grupo, composto por quatro mulheres, todas elas de cabelo curto loiro oxigenado, é conhecido como as Incapazes e consta-se que se passaram completamente da cabeça ao ver um grupo de homens a falar entre si acerca de homens que achavam atraentes.

A líder, Cristina, explica que criou o grupo das Incapazes porque sentia que era preciso um movimento mais poderoso do que aqueles que já existiam para finalmente trazer os direitos das mulheres à tona. Assim, contou às autoridades que mal viram aquele grupo de homens a “desdenhar as mulheres” – palavras dela – começaram a atirar-lhes pedras da calçada e a chamar nomes até eles saírem da esplanada onde se encontravam.

Felizmente, as autoridades já estão em cima do caso mas Cristina afirma: “as Incapazes não vergam”.

Insólito…

Nota: Artigo de carácter humorístico/satírico com o objectivo (raramente atingido) de fazer rir. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.