Fica a saber porque é que os gangsters dos Yakuza cortam os seus dedos mindinhos

Fica a saber porque é que os gangsters dos Yakuza cortam os seus dedos mindinhos

Para além da arte que costumam ter espalhada pelo seu corpo em formato de tatuagens, um outro sinal de que podes estar perante um membro dos Yakuza é se a pessoa em questão não tiver o dedo mindinho. Acontece que isso faz parte de uma espécie de ritual no mundo da máfia japonesa.

A tradição, chamada Yubitsume, requer a amputação de uma porção do dedo mindinho como castigo por algum erro e também como uma forma de pedir desculpa a alguém, mostrando todos os remorsos e arrependimentos…

Apesar de a origem desta tradição permanecer desconhecida, muitos historiadores acreditam que começou com os ‘gamblers’ japoneses entre o século XVIII e o século XX, que precederam aos Yakuza. Acredita-se que nesse tempo, cortar o mindinho era o castigo para aqueles que não conseguiam saldar as suas dívidas no mundo do jogo.

Mas e porquê o dedo mindinho? Bem, existem várias e significantes razões para tal.

A mais óbvia de todas é, claro está, o facto de esse dedo ser utilizado frequentemente para fazer promessas. Adicionalmente, também era o dedo que assegurava uma pegada firme na espada japonesa Shinai. Sabe-se também que era sempre a pessoa a cometer o erro que estava encarregue de cortar o seu próprio mindinho.

Depois, tinha de apresentar a parte cortada do mindinho ao líder do gangue em questão. Tinhas ideia deste ritual dos Yakuza?