Este país está em vias de se tornar o primeiro a proibir os pais de “darem uma palmada” os filhos

Este tópico gera sempre alguma controvérsia: há quem diga que a violência não é, de todo, a maneira mais viável de educar um filho mas também há quem tenha a clássica conversa de que “umas palmadinhas nunca fizeram mal a ninguém”. A verdade é que grande parte de nós levaram pelo menos umas palmadas em miúdos mas agora, as coisas podem estar a mudar.

Acontece que existe um país em vias de se tornar o primeiro de sempre a proibir os pais de baterem nos seus próprios filhos…

Acontece que o País de Gales pode tornar-se o primeiro país a banir os pais de agredirem os seus filhos, uma vez que os ministros em Cardiff estão empenhados em remover a comum lei de defesa de “castigo com justa causa” – que os pais utilizam frequentemente depois de darem uns açoites aos filhos.

A Escócia planeia seguir o mesmo caminho e no parlamento escocês já há votações, sendo que a proibição pode chegar também já no ano que vem. Se isto realmente andar para a frente, os pais não podem mesmo bater nos seus filhos, porque será punível por lei.

Julie Morgan, ministra especializada na área em questão, diz que apesar de no passado ter parecido apropriado agredir os filhos, hoje em dia essa medida “deixou de ser aceitável”. Ela explica também que “as crianças devem sentir-se seguras e devem ser tratadas com dignidade”.

O que achas da medida?