Empregado de hospital é preso após ter engravidado 26 mulheres em coma!

 

Juan Enrique Rafael Ramirez Rene Lopez, um homem de 38 anos que trabalhava no Bernalillo Medical Center, foi detido pelas autoridades depois de ter sido acusado de assaltar sexualmente uma série de mulheres que se encontravam em estado vegetativo.

A polícia foi avisada pela namorada do homem, sendo que foi ela quem lhes disse que ele andava a dormir com mulheres em coma no seu local de trabalho. Foi uma discussão entre o casal que fez com que ela contasse tudo o que sabia em relação ao assunto.

Juan disse mesmo à sua namorada que a tinha traído diversas vezes com diversas mulheres no hospital. Eis o testemunho dela:

“Ele disse-me que eu era aborrecida na cama e que ele conseguia ter sexo sempre que quisesse no seu emprego. Foi aí que comecei a suspeitar.”

“Ele brincava constantemente acerca das pacientes em coma no hospital. Gostava de se gabar pelo facto de poder peidar-se na cara delas e colocar a música realmente alto sem ninguém dizer nada”, completou.

Vestígios de sémen e urina foram encontrados pelos inspectores nos genitais dos pacientes mas também em diferentes áreas dos seus corpos e caras:

“144 espécimes de sémen, urina e fezes foram encontradas em várias vítimas, nos seus pés, pernas, genitália e especialmente na boca, olhos e orelhas”, afirmou a investigadora forense Diane Tell no seu relatório.

Por ter ejaculado dentro das vítimas, a administração do hospital concluiu que ele pode ter engravidado 26 de 27 mulheres, com idade entre os 13 e os 43 anos de idade, todas pertencentes ao departamento de reabilitação.

Surreal…

Fonte: World News