Ele pensava que aquilo era um cão a dormir mas quando lhe mexeu, descobriu algo aterrador…


 

Um fotógrafo mexicano encontrava-se em Álamos, no estado de Sonora (México), quando se deparou com algo peludo entre um muro. Pensava que se tratava de algum animal que se encontrava a dormir, uma vez que era possível ver uma grande bola de pelo ali mas pelos vistos não…

À primeira vista, pode parecer um pequeno cão metido entre o muro mas as aparências podem enganar. Confuso, o fotógrafo decidiu pegar num ramo para mover um pouco este “animal”, com o intuito de perceber o que é que era, afinal, aquilo.

Assim que começou a mexer, ficou surpreendido: não se tratava de um animal mas sim de milhares deles, que começaram a sair do meio daquele pelo. Ele pensava mesmo que aquilo eram aranhas, e saíam às grandes quantidades. O melhor é veres o momento:

Na realidade não se tratavam de aranhas mas sim de uma colónia de opiliões, animais muito parecidos às aranhas, também eles aracnídeos, mas com algumas particularidades que as diferenciam. Digamos que são como os primos “boa onda” das aranhas.

Impressionante.