Eis qual a arte marcial que deves dominar, de acordo com os Navy Seals!

Vão sempre existir ruas menos seguras do que outras. Assim, é sempre bom saberes uma técnica de defesa caso estejas a ser vítima de um ataque ou de um assalto. Os Navy Seals, das forças armadas dos Estados Unidos da América, indicaram qual a arte marcial que deves dominar…

Os Navy Seals são autênticos “super-humanos”, prontos para combater até nas circunstâncias mais extremas. Assim, dominam qualquer tipo de ataque, seja por mar, pelo ar ou por terra.

A recomendação que eles dão não é precisamente a de dominares uma arte marcial. Ironicamente, dizem que o melhor que podes fazer é carregar contigo uma pistola oculta em casos de emergência, afirmando ser a opção mais viável para assegurar protecção, uma vez que os assaltantes levam, por norma, uma arma de fogo com eles por debaixo das roupas.

Bem, a verdade é que eles também sabem que é proibido utilizar armas de fogo em muitos países, pelo menos de uma forma legal. Então, o que devemos fazer?

O ex-membro destacado Jocko Willink recomenda o jiu-jitsu brasileiro, seguido pelo boxe e o muay thai.

Willink afirma que o jiu-jitsu é um método efectivo e recordou-se de uma luta em que “maltratou” um companheiro que tinha 20 anos de experiência numa arte marcial diferente.

O ex-SEAL assinalou que as pessoas têm mais tempo do que pensam para começar a aprender a arte marcial, dizendo que é pouco provável que um futuro ataque seja já na próxima semana, mês ou até mesmo ano. Assim, ele afirma que quem faça duas/três aulas semanalmente durante seis meses já pode aprender os básicos para pode sentir mais segurança em situações mais dúbias…

Ainda assim, ele frisou que as artes marciais não têm como principal objectivo o de auto-defesa mas sim o de ensinar princípios como a humildade e a disciplina.