Curso para toureiros faz adolescentes matarem 24 bezerros diante de crianças


 

Um curso para a formação de toureiros está a causar muita revolta depois de alguns adolescentes terem matado 24 bezerros em apenas quatro dias de treino diante de várias crianças presentes nas bancadas. O curso ocorreu na arena de Colmenar Viejo, cidade na comunidade autónoma de Madrid, em Espanha.

A sangrenta atividade é classificada como “aula prática” pelos organizadores do curso. Em Espanha, ainda existem cerca de 50 academias de toureiros, sendo que 24 operam na Andaluzia.

No curso, os touros tradicionais são substituídos por animais bem mais novos(com menos de 1 ano), com o intuito de não representar grande perigo aos alunos. Entretanto, muitas organizações de defesa dos direitos dos animais alegam que a falta de experiência dos aprendizes torna o sofrimento dos animais ainda maior.

“Eles começam a matar animais aos 14 anos e geralmente ficam nas academias até os 18. Alguns ficam até os 21 anos. Isso viola o direito de crianças e adolescentes de viverem num ambiente livre de violência. É imperativo que façamos algo contra isso”, disse Marta Esteban, porta-voz da organização Animal Guardians, de defesa dos direitos dos animais.

“Esta atrocidade tem de ser banida”, disse Carmen Ibarlucea, presidente do grupo La Tortura No Es Cultura. Segundo a Animal Guardians, o apoio da população espanhola a touradas caiu de 30% a 19% nos últimos três anos.