Crianças vivem horrores a trabalhar nas minas para que tu possas conduzir um carro eléctrico

Crianças vivem horrores a trabalhar nas minas para que tu possas conduzir um carro eléctrico

Foi a Sky News a responsável por investigar as minas do Katanga e aí, conheceram Dorsen, de 8 anos, e Monica, de 4 anos. Ambas as crianças encontravam-se a trabalhar nas vastas minas da República Democrática do Congo e são duas de 40,000 crianças a trabalhar diariamente nas minhas, à procura de cobalto em rochas…

Dorsen tem oito anos de idade e é uma das crianças a trabalhar nestas mesmas minas, onde a poeira tóxica lhe queima os olhos e onde correm o risco constantemente de apanhar problemas na pele e nos pulmões. De notar que estas crianças trabalham para ganhar cerca de 9 cêntimos por dia com o intuito de encontrar cobalto – o ingrediente essencial para as baterias que dão energia aos carros eléctricos.

O triste é que é provável que outros tantos milhares de crianças sejam arrastados para este horror. Afinal de contas, o preço que estas crianças estão a pagar pelo nosso ar puro – uma vez que os carros eléctricos são menos poluentes – é simplesmente demasiado elevado e se um adulto não devia ser submetido a tais condições, então uma criança muito menos.

Quase todas as grandes fábricas de motores têm o objectivo de produzir milhões de veículos eléctricos e para tal, recorrem a estes países empobrecidos em África, dado que o continente africano é o maior produtor de cobalto, com cerca de 60% das reservas do planeta. Um amigo de Dorsen, Richard, este com 11 anos de idade, explicou: “No final de um dia de trabalho, simplesmente dói-nos tudo”.

É uma situação muito, muito triste.

FONTE: Daily Mail