Companhia aérea proíbe pessoas com excesso de peso de viajar em classe executiva

Companhia aérea proíbe pessoas com excesso de peso de viajar em classe executiva

Parece tirado de um filme mas é verdade. Uma companhia aérea está mesmo a banir os passageiros que têm excesso de peso de alguns dos seus voos.

Acontece que a Thai Airways International impôs mesmo um limite de tamanho de cintura para os passageiros, sendo que também baniu quem levasse crianças ao colo, isto em classe executiva de dois Boeing 787-9. Aparentemente, foi tudo feito para preservar a segurança de todos os passageiros e, assim, sendo, quem tem uma cintura com mais de 142.24 centímetros não pode ir a bordo…

Esta medida pode ser bem recebida por parte de alguns passageiros no Reino Unido, por exemplo, sendo que num estudo recente foi revelado que os britânicos pensam que as pessoas com excesso de peso deviam pagar mais pelo seu bilhete de avião e inclusive sentarem-se em “secções separadas”.

Para além disso, cerca de 80% da população britânica pensa que os passageiros com excesso de peso devem ser sentados em lugares numa área restrita, com cadeiras maiores.

De acordo com a mesma fonte, 72% dos franceses que andam frequentemente de avião, 61% dos italianos e 56% dos espanhóis concordam que os passageiros mais largos devem pagar mais pelos seus bilhetes.

Já os alemães discordam da ideia, com 68% daqueles que utilizam muito o avião como meio de transporte a achar que lugares maiores para aqueles que pesam mais “não devem existir nos aviões”.

E tu, o que achas?

Queres ganhar dinheiro com apostas? Clica aqui.