A cerveja pode ser a verdadeira culpada das “mamas masculinas”!

Ainda que seja uma bebida deliciosa, parece que a cerveja não só faz crescer a barriga como também é possível que provoque outros efeitos menos masculinos, como o crescimento das chamadas “mamas de homem”.

É triste. Uma cerveja cai sempre bem, especialmente depois de um dia ou de uma semana muito cansativa e intensa de trabalho. Infelizmente, à medida que um homem vai envelhecendo, este problema parece surgir muito mais facilmente…

Pois é, o especialista em ervas Stephen Herrod Buhner tem estado muito dentro do assunto da cerveja, não literalmente, e assim sabe muito do que está por detrás de uma das nossas bebidas favoritas.

Nas suas investigações, veio a concluir que o lúpulo da cerveja tem mesmo três usos medicinais: curar insónias, diurético e é também uma fonte natural de fitoestrógeno para tratamento da menopausa e da endometriose.

É justamente o fitoestrógeno que pode afectar o equilíbrio hormonal dos homens. Os efeitos mais alarmantes deste excesso são justamente o facto de começarem a crescer mamas aos homens! Para além disso, o fitoestrógeno pode mesmo gerar dificuldades para manter uma erecção.

Outros estudos também revelaram que a cerveja com lúpulo contêm menos produtores de gordura no fígado em comparação com a cerveja regular e o álcool. Claro que este estudo foi realizado numa cervejeira alemã. Pois é, afinal as “maminhas” que começam a surgir aos 30 e poucos têm um grande culpado…

Queres ganhar dinheiro com apostas? Clica aqui.