Cego com Alzheimer esquece-se que é cego e volta a ver

Cego com Alzheimer esquece-se que é cego e volta a ver

Surreal. Foi na Tapada das Mercês, na zona de Sintra, que um homem de 81 anos de idade deu muito que falar devido a uma situação inexplicável até pela ciência. Em suma, Frederico Gondomar, o avô de um dos maiores drug dealers da linha de Sintra, havia perdido a visão devido a um acidente em trabalho no passado. Com o passar dos anos, a demência começou a afectá-lo mas no seu caso, uma doença parece ter curado a outra.

Acontece que Frederico para além de cego, foi diagnosticado com Alzheimer e é aqui que o cenário fica estranho. Tendo noção da grande falta de distribuição de droga, nomeadamente haxixe, na zona de Sintra, Frederico conseguia sentir constantemente o seu neto em stress. Certo dia, o velhote dirigia-se até ao Lidl, como faz diariamente para ir comer o seu pastel de frango, e a caminho do mesmo, encontrou um homem a fumar uma ganza.

Tal não foi o seu espanto que, provavelmente devido a ter Alzheimer, esqueceu-se de que era cego e conseguiu ver o homem em questão a fumar, tendo ido logo de seguida avisar o seu neto, porque afinal de contas, ainda existia droga naquela cidade.

Ainda dizem que a droga não é cura para nada…

Que milagre.

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.