Casa de "Meninas" no Bangladesh: fotos revelam realidadade ASSUSTADORA

Casa de “Meninas” no Bangladesh: fotos revelam realidadade ASSUSTADORA

A fotojornalista alemã Sandra Hoyn fez um ensaio de fotos que revela a realidade nua, crua e assustadora de um dos mais antigos bordéis do mundo com 200 anos de funcionamento, o Kandapara – bordel localizado na região central de Bangladesh no distrito de Tangail.

O projeto chamado “The Longing of Others” documentou como o bordel Kandapara funciona internamente juntamente com os seus personagens, mulheres e adolescentes que satisfazem os seus clientes.

As prostitutas no Bangladesh trabalham de graça nos 5 primeiros anos para pagar a “dívida” inicial da sua chegada. Após este período elas tornam-se profissionais do sexo independentes e conquistam o direito de poder abandonar o local. É comum que permaneçam no bordel após esse período pelo facto de as suas famílias terem vergonha delas.

As prostitutas precisam ter no mínimo 18 anos, mas a maioria delas é menor de idade. Elas tomam esteróides para parecerem mais velhas. Após os 5 primeiros anos de “dívida”, quando se tornam independentes, as prostitutas recebem entre 1.000 e 2.000 Taka – cerca de 11 a 22€ – por dia – o valor depende da beleza da mulher e da qualidade do quarto.

Vê todas as fotos na página seguinte…