, ,

Beja: Homem finge-se de surdo durante 48 anos para não ouvir a mulher

Oriundo da freguesia de Cabeça Gorda, Beja, este homem andou durante uns absurdos 48 anos a viver uma espécie de “vida dupla” e o motivo inicial, bem… é surpreendente. O Sr. Andrade sempre fora surdo. Pelo menos pensava-se assim.

Nascido e criado em Cabeça Gorda, ele tem um casamento de muitos e muitos anos e a mulher sempre o aceitou surdo, o que é uma bonita prova de amor. Assim, ninguém esperava que o Sr. Andrade compreendesse as coisas que eram ditas ou que falasse sequer.

Foi a meio de um jogo de sueca que o Sr. Andrade se descaiu da vida falsa que andou a levar durante uns absurdos 48 anos. Ele encontrava-se no café a jogar com os seus compadres e a certo ponto, depois de se ter apercebido de uma renúncia a ser feita, gritou desalmadamente: “FOI RENÚNCIA, C*RALHO!”

Nesse momento, todo o café parou. As pessoas deixaram de falar, as cervejas foram pousadas e toda a gente esperava, pelo menos, uma explicação. Afinal, o Sr. Andrade fora surdo a sua vida inteira. E foi aí, depois de um grande momento de desabafo, que ele confessou ter fingido ser surdo durante 48 anos para não ouvir a sua mulher e não ter que argumentar com ela sempre que ela tentava discutir.

As pessoas ficaram perplexas e algumas não souberam reagir mas todas disseram a mesma coisa: o pior vai ser mesmo dizer a verdade à sua esposa. Esperemos que por esta altura, o Sr. Andrade ainda esteja vivo. E se estiver, que ainda esteja casado…

Que situação.


 
Nota: Artigo satírico / humorístico que tem o objectivo de fazer rir. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional. Qualquer semelhança com a realidade é apenas coincidência.