Arábia Saudita: cortaram as mãos a um homem por ele se masturbar enquanto lia o Corão

Este homem está no centro da polémica depois de ter exibido os genitais e começado a masturbar-se durante uma oração na zona de Al Bahah, tendo criado uma onda de pânico entre os outros crentes que se encontravam na mesquita e que saíram em alvoroço com a situação.

A família do homem afirma que ele é doente e que estava possuído por um espírito, daí nem sempre ter o controlo da sua mão esquerda. Explicaram também que é normal ele puxar do material para fora e começar a masturbar-se, mesmo enquanto lia o Corão, durante as orações e em plena mesquita.

A mãe dele explicou em tribunal: “Não posso levar o meu filho a qualquer lado, ele masturba-se sempre, independentemente do local. Parece que a mão dele está possuída por um espírito”.

“Também tivemos de mandar matar grande parte das nossas cabras porque ele tinha relações sexuais com algumas delas. A doença do meu filho trouxe vergonha e pobreza à nossa família”, concluiu, já em lágrimas.

O juiz Muhammad Al Wahari decidiu que a amputação era um castigo justo dada a severidade do crime cometido pelo homem:

“Apesar da natureza disruptiva e da obscenidade do crime, vou ser tolerante no julgamento e apenas condená-lo à amputação da mão esquerda”, disse o juiz em tribunal.

“Mas se o arguido não melhorar os seus modos e repetir este tipo de ofensas no futuro, não serei tão gracioso da próxima vez e terei mesmo de mandar amputar a outra mão”, concluiu, para alívio da família do homem.

Surreal…

Fonte: notícias de m3rda

Nota: Este é um artigo de carácter humorístico/satírico com o objectivo de fazer rir. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.