Aparentemente, os cães de “focinho achatado” têm mais problemas de saúde do que os outros

Os pugs são uma raça de cão que ficou na moda na última década. Assim, muitas pessoas não notaram em alguns problemas de saúde preocupantes, não só com os pugs como também com outras raças de “focinho achatado” como é o caso do Bulldog francês, por exemplo.

Os cães de “focinho achatado”, tecnicamente conhecidos como braquicéfalos, são mais vulneráveis a diversos problemas relacionados com a saúde; isto inclui doenças de pele e de olhos, dificuldades para respiras, problemas nos dentes e até a incapacidade para acasalarem…

Curiosamente, um recente estudo veio demonstrar que 75% dos donos de cães braquicéfalos não estão cientes dos problemas de saúde que estes podem ter antes de os comprarem/adoptarem.

Na verdade, só cerca de 10% dos donos puderam reconhecer os “problemas” relacionados com os braquicéfalos e muitos problemas respiratórios como o facto de ressonarem foram identificados como algo normal para este tipo de raças de cães.

A Associação Inglesa de Veterinária (BVA) lançou mesmo a campanha #breedtobreathe com a finalidade de consciencializar as pessoas sobre estes temas, na esperança de que os possíveis donos tenham em conta todos os cuidados a ter com os seus animais.

Segundo a BVA, 93% dos veterinários receberam cães com “focinho achatado” devido a apresentarem problemas respiratórios, isto só no ano passado.

Um dos factores que tem afectado a aquisição deste tipo de raças deve-se às celebridades, que tendem a mostrar os seus cães nas redes sociais e até na televisão. Se reparares, grande parte destes “cães famosos” são, na verdade, braquicéfalos.

Assim, se tiveres um cão com estas características, o melhor que tens a fazer é ires a um médico veterinário para que te consciencializes dos perigos e dos cuidados que deves ter para manteres o teu cãozinho feliz.

Apostas: Tips Grátis, clica para ver.