Agricultor corta um dedo para evitar que veneno de cobra se espalhasse e descobriu que não havia risco algum

Agricultor corta um dedo para evitar que veneno de cobra se espalhasse e descobriu que não havia risco algum

Um agricultor chinês, de 60 anos de idade, tomou uma medida drástica depois de ter sido mordido por uma cobra. Completamente desesperado, Zhang cortou parte do dedo ferido a fim de evitar que o veneno se espalhasse. O caso aconteceu recentemente na zona rural de Shangyu, em Zhejiang, de acordo com o que reportou o South China Morning Post.

Ao chegar a um hospital em Hangzhou, cidade localizada a 80 quilómetros da residência do chinês, ele descobriu que a serpente não era exatamente a que ele identificara. Mais do que isso: o paciente não apresentava nenhum dos sintomas de alguém que possa ter sido picado por cobras venenosas de alto risco: problemas respiratórios, forte dor de cabeça e hemorragias. Na verdade, o veneno da víbora que picara o agricultor é muito fraco, com efeito mínimo sobre humanos.

Zhang cortou o pedaço do indicador…em vão. E ele não pôde ser reimplantado.

Muito mau…