A resposta de Eminem ao e-mail que Pink lhe mandou completamente bêbada foi épica


Pelos vistos as estrelas, tal como nós, comuns mortais, também precisam de um copo de vinho ou dois para encontrarem coragem dentro de si. Quando Pink se encontrava a gravar o seu LP Beautiful Trauma, aparentemente estava desesperada para colaborar outra vez com Eminem.

Os dois já tinham trabalhado anteriormente na faixa de Eminem “Won’t Back Down” e Pink queria voltar a trabalhar com o rapper mas pelos vistos não tinha a bravura para lhe enviar um e-mail. Pelo menos sóbria…

Acontece que certo dia, a artista bebeu demasiado vinho e decidiu que depois disso, estava na altura de contactar Eminem.

Pink disse ao Entertainment Weekly:

“Eu ‘ataquei-o’. Comecei a fazer a música Revenge e eu e o meu produtor, Max Martin, escrevemos uma letra de rap. Estávamos a beber muito vinho e quando cheguei a casa, pensei que beber mais um pouco de vinho era uma boa ideia. Pelo menos parecia.

Acabei por mandar um e-mail a Eminem. É por isso que dizem que o vinho é coragem líquida. No e-mail, dizia: “Tu sabes que te adoro. Gosto que trabalhes com as mesmas pessoas muitas vezes, como é o caso da Rihanna. Ela é mais bonita do que eu mas eu sou mais engraçada. Por isso vou a caminho de um Grammy por fazer rap e quero que tu venhas comigo”…”.

Ansiosamente à espera de uma resposta, não demorou muito até que o rapper de Detroit respondesse. Ainda assim, Pink esperava uma resposta diferente.

Ela explicou: “O meu e-mail foi longo mas ele respondeu rapidamente, tendo enviado um extenso: ‘Okay'”.

Apesar de quase nenhuma pessoa gostar de receber uma resposta só com uma palavra, pelo menos essa resposta foi positiva.

Apesar de estar no Rio de Janeiro na altura em que Pink lhe fez aquele pedido, Eminem gravou a faixa para Pink e enviou a sua parte para o e-mail dela apenas quatro dias depois!

Entusiasmada, Pink respondeu de forma entusiasmada. Ela conta:

“Mandei-lhe um e-mail outra vez a dizer: ‘Isto foi a melhor coisa que eu já ouvi! Quero-te dar um encontrão e esfregar a tua cara na terra!”. A resposta dele? Simples: ‘Ok’…”.

Muito bom!