A NASA foi hackeada por um mini computador que custa 30 euros


 

Recentemente, a NASA deu a informar que o seu Jet Propulsion Laboratory sofreu um ‘hack’ no sistema, sendo que roubaram cerca de 500 MBs de informação, ainda que não tenham revelado a importância daquilo que foi roubado. Sabe-se, porém, que o material que foi roubado era considerado como restringido.

O mais bizarro desta história toda? Quem hackeou a NASA, utilizou um mini computador para o efeito – nada mais, nada menos do que um modelo que se utiliza para ensinar informática ao ensino básico, e também para controlar alguns processos industriais nas empresas.

Trata-se de um simples Raspberry Pi 4 (clica aqui para ver), a versão mais atualizada de um computador do tamanho de um cartão de crédito que como podes ver, não tem teclado, nem rato, ou sequer ecrã, daí ter sido um êxito tão grande. Para além disso, a sua capacidade é realmente grande.

Este microcomputador surgiu como um projeto de investigadores e estudantes da Universidade de Cambridge e acabou por se tornar um êxito, vendendo milhões de unidades todos os anos. Para além disso, o seu preço de 35 dólares faz com que seja bastante apelativo. E pelos vistos, para além de dar para se conectar a outros dispositivos, também dá para roubar informação…à NASA.

Incrível.